Solidariedade no NATAL: ensine seu filho a doar

Aproveite a chegada do período natalino para organizar o armário e doar as coisas que seu filho não usa mais

O Natal está chegando e certamente você faz planos de como presenteará seu filho, não é verdade? Já parou para pensar que milhares de crianças não terão nem um agasalho para se proteger do frio na noite feliz? Chame toda a família e façam uma limpa no armário. Ensine
seu filho a ser solidário! Esse ato vai comover o coração de Deus, fazendo-o crescer com o segundo mandamento bíblico gravado em seu coração: o amor ao próximo (Mateus 22:39).

O primeiro passo é conversar com as crianças. Aborde-os de uma maneira sutil e sem pressão. Diga, por exemplo, que eles têm muitos brinquedos que não brincam mais ou roupas que já não servem. Desta forma, podem doar para outras crianças que estão sem.
Com o discurso certo, dificilmente ele se recusará. Então vamos começar logo? Separamos algumas dicas para auxiliar nesta tarefa:

– Não pegue nada sem consentimento: Deixe a criança escolher quais objetos quer doar.  Não pegue nada sem que ela saiba, caso contrário, pode trazer traumas e fazer com que ela associe a doação a algo negativo;

– Não o obrigue: Caso seu filho tenha resistência, deixa para outra oportunidade. Nada deve ser forçado! Se ele escolher apenas 1 ou 2, doe apenas esses escolhidos;

– Explique o destino dos itens doados: Não adianta só dizer que vai doar, é preciso explicar para qual criança os brinquedos e roupas doadas vão. Por exemplo, se for encaminhar a um abrigo, leve seu pequeno até a instituição para que ele veja a importância que as crianças darão aos itens ganhados. Assim, seu pequeno se sentirá cada vez mais estimulado a ser solidário.

Mostre como foi bom fazer a limpa: Após terminar de separar as doações, mostre a criança como o armário ficou espaçoso e bem organizado. Agora ela conseguirá encontrar com mais facilidade os brinquedos. A dica é incentivar aos preciosos de Cristo, não somente no Natal, mas sempre que possível a doar e ajudar o próximo. Ensine seu filho a ser solidário!