Videogame: quais cuidados devemos ter

Foto: pixabay.com

A garotada ama se reunir para jogar videogame. Às vezes, nem precisa de companhia, basta um bom jogo e a diversão é garantida. Muitos ficam horas jogando e isso pode se tornar um grande problema, fora que prejudica o sono e pode levar à obesidade.

Alguns jogos não são indicados, como os games de lutas violentas, ou aqueles em que os personagens têm atitudes imorais, como roubar. Eles podem influenciar diretamente no comportamento da criança e adolescente, deixando-os mais agressivos.

Apesar desses problemas, os videogames contribuem no desenvolvimento das crianças e adolescentes e alguns jovens podem até ganhar dinheiro com a criação dos games. Para aproveitar o videogame da melhor forma, os pais precisam ficar atentos e estabelecer regras:

– Estipule horas! Não deixe a criança ou adolescente ficar por muito tempo jogando. Uma hora por dia já é o suficiente para ele brincar, sem o prejudicar;

– Conheça os jogos e restrinja aqueles que são extremamente violentos ou que passam má conduta. Fique atento também à faixa etária e veja se está de acordo com a idade do seu filho;

– Prefira jogos educativos! Existem jogos que contribuem para a alfabetização, outros para o raciocínio lógico e alguns ajudam na língua estrangeira;

– Estimule os jogos que precisam de movimentos, por exemplo, os de dança.

– Permita que o jovem se aprofunde no mundo dos games, isso pode fazer com que futuramente ele seja até um profissional da área.

Com essas dicas, a garotada pode curtir bastante os games, sem causar nenhum problema. Aproveite e jogue com o seu filho, será um momento de aproximação em que vocês podem se divertir juntos. Bom jogo!